domingo, 10 de abril de 2011

Em casa!

A verdade é que viajar é sensacional mas, depois que acaba, a gente fica louco para chegar em casa. Saímos às 6h15 do hotel e passamos o sábado viajando. Vi três filmes no avião (O Turista; Entrando numa fria com a família e Manhã Gloriosa) e quase não consegui dormir. Panderkats jogou vários joguinhos, viu um filme e dormiu um pouquinho. Descemos em Guarulhos, trocamos de terminal, e só deu tempo de ir no banheiro antes de embarcarmos de novo. O voo atrasou e chegamos na nossa casinha meia-noite, exaustos! Ainda consegui desfazer as malas antes de desmaiar!

O domingo está sempre preguiçoso... Mas ainda tenho que estudar inglês para a revisão geral.
E amanhã a semana começa com tudo! É isso aí! Já sinto falta da nossa semaninhas de férias!! Agora sóóóó...

:-P

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Tá acabando...

Central Park
É isso aí, pe-pessoal! Neste sábado de manhã embarcamos de volta desta semaninha de férias. Peeena que acaba... Como despedida da cidade, fizemos um passeio por um Central Park pelado num dia frio. Só faltou nevar um pouquinho... teria sido interessante.

Agora de noite, muita ginástica para fazer caber tudo nas malas.

Aqui vão as ligeirinhas de ontem e de hoje, misturadas!

* Parabéns para o Panderkats que conseguiu ficar a viagem toda sem deixar cair alguma coisa (molho, café, chocolate) nos casacos! \o/

* Já disse isso antes, mas não me canso de repetir. Caminhar deveria acumular milhas! Ainda mais que não tem melhor coisa pra se conhecer uma cidade como NY.

* Passei na Cosmetic Market hoje, na 37, entre a 5 e Madison Av., dica que vi em algum blog de viagem que agora não lembro, e realmente tem muita coisa (maquiagem, esmaltes, necessaires...) com preços bons. Não comprei nada, mas fiquei com vontade. Pena não ter achado os esmaltes que minha cunhada Paty tanto queria... Mas vale uma passada.

* Ontem fomos comer naquela deli que falei outro dia, a Evergreen, na 47, e nos aconteceu o que já se sabia que podia acontecer: trouxeram a conta sem que pedíssimos. Sabemos que é normal isso acontecer aqui, ainda mais na hora do almoço. Mas o lugar nem tava lotado... não estávamos impedindo ninguém de sentar. Enfim. Panderkats ficou bolado e já colocou a deli na lista negra. hahahaha. Eu provei o spaghetti com meat balls e não gostei. Achei a carne sem graça. Preferia o de legumes. Ah! Mas eles servem uma entrada, salada ou sopa. A sopa de frango tava boa!

* A dica para quem quer comer barato, rápido e gostoso é entrar nos Prêt a Manger e Au Bon Pain da vida. Tem aos montes pela cidade. Tem sopas, saladas, sanduiches frescos de vários tipos... e ainda croissants, pains au chocolat e etc. O atendimento é sempre alegre! Muito melhor do que comer no Mc Donald e afins.

* Hoje provei um refrigerante de uva na Prêt a Manger. Embora tenha gostado de tudo o que comi lá (não consigo esquecer o croissant!!!), não gostei do refri não. Mas eu já não sou chegada em bebida com gás. Tinha de outros sabores, como maçã verde e gengibre.

* Ontem vimos o Naked Cowboy na Times Square. Num frio cão, só de sunga. Não sei como aguenta!

* Na boa, acho que só fez mais do que 10 graus em Washington, no sol. Aqui só fez muito frio! Mas, tudo bem. ADORO!

*Agora vamos dormir cedo porque temos que acordar às 5h30.

Boa viagem pra nós! Nos vemos no Rio!

Billy Elliot: uma hora e meia na fila, no frio, valeu a pena!

To devendo o post sobre ontem... É que chegamos tarde, cansados, e ainda fomos organizar as malas para facilitar a vida para hoje. Na quinta de noite fomos ver Billy Elliot! Por volta das 14h45 - meio tarde, deveríamos ter entrado antes, mas o monitor não mostrava ainda quais os ingressos estariam com desconto - entramos na megafila para comprar os ingressos com desconto embaixo da escadaria vermelha da Times Square. Sem brincadeira, devia estar fazendo uns 5 ou 6 graus. O céu estava nuclado e o ventinho frio gelava quem estava parado na fila. Fiquei com medo que os ingressos esgotassem antes da gente chegar na bilheteria. E, como Hair e West Side Story, minhas outras opções, não estão em cartaz no momento, era esse ou nada. Mas chegamos lá e ainda havia ingressos! Compramos e fomos embora felizes continuar o dia.

Cena do musical Billy Elliot - Fonte: Broadwayworld

Mais tarde, passamos rapidamente no hotel para deixar as sacolas que a gente vai adquirindo no caminho. O espetáculo é sensacional! Eu já gostava do filme, mas ali no palco a história ganha uma força! As crianças roubam a cena, principalmente o Billy. Nossa! Amei! Indico! É muito impressionante o trabalho desse povo. Aplausos!

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Acho que quebrei o Panderkats

A gente já devia ter saído pra rua para aproveitar nossos últimos dias aqui, mas acho que quebrei o Panderkats com tanta caminhada ontem. Tadinho. Ele pegou no sono antes de mim e ainda tá aqui lutando pra acordar. Abre o olho, fala comigo e, em segundos, apaga de novo. Eu to com a garganta arranhando e o nariz chatinho. Acho que a gente deve estar ficando resfriado. Mas nada vai nos abater!!! Vamos Panderkats!! Toma a vitamina C e vamos!

Quem sabe vamos assistir a um musical hoje! Programa light para a noite!

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Ligeirinhas de Washington

* A Union Station é muito bonita, mas acho que ainda acho a Grand Central Station (daqui de NY) mais interessante. De qualquer forma, rendeu boas fotos!


Arcos da Union Station

* O jardim de esculturas da National Gallery é uma graça! Tem um chafariz no meio, que muda de intensidade de tempos em tempos, e esculturas espalhadas ao redor. Um local muito legal para apreciar as obras, passar o tempo, ler um livro...

Obras no jardim de esculturas da National Gallery


* A Casa Branca decepciona um pouco. Mesmo sabendo que não era pra esperar muito dela, imaginava que seria algo mais pro tamanho do Palácio de Buckingham. Em compensação aquele parque que tem em frente é uma graça!




* O sanduiche de queijo e presunto da Corner Bakery é uma delícia! Compramos na estação antes de embarcar de volta para NY porque sabíamos que íamos chegar tarde e sem condições de procurar lugar pra comer. Nos demos bem! Acertamos em cheio.

* De quebra trouxemos um croissant au chocolat do Au Bon Pain que também estava uma delícia! As amêndoas cobertas de chocolate de lá também são maravilhosas. Essas a gente veio comendo no caminho.

Washington em algumas horas

Quando decidimos que íamos voltar a Nova York - embora no fundo a gente sempre sabe que vai voltar - resolvemos também que iríamos aproveitar para conhecer uma outra cidade próxima, num esquema bate e volta. Por isso, nesta quarta-feira, passamos o dia em Washington. Saímos daqui cedinho. Às 6h já estávamos na rua, caminhando em direção à Penn Station. Com o código de barras da compra da passagem, em uma máquininha da Amtrak, imprimimos nossos bilhetes de ida e de volta. Como ainda era cedo, tomamos café no Tim Hortons - e lembramos de Paty e Vini. Entramos no trem e lá fomos nós! Três horas e vinte minutos depois estávamos chegando à capital dos EUA.

Detalhe do hall principal da Union Station
Capitólio ao fundo

A primeira impressão foi muito boa. A Union Station é muito bonita! E muito grande. Parece um shopping. Da frente dela já dá pra avistar o Capitólio. Seguimos para lá. O dia estava lindo e nosso circuito depois dali foi Air and Space Museum, onde também almoçamos, National Gallery, o jardim de esculturas da National Gallery, o Museu de História Natural, Monumento a Washington (o obelisco) e a Casa Branca. Todos esses museus têm entrada gratuita, o que tornou o nosso passeio bem em conta. Além da passagem, que já havia sido comprada antes, gastamos com alimentação apenas. De tanto museu e caminhadas entre eles, nossos pés pediram arrego no parque em frente à Casa Branca, onde ficamos por algum tempo sentadinhos, descansando e batendo papo. Não tínhamos condição de voltar tudo andando e talvez nem tempo suficiente. Pegamos, então, um táxi até a Union Station, onde ficamos fazendo hora até a saída do trem. Infelizmente não deu tempo de irmos no Newseum... quem sabe uma outra vez...

O problema era domar os cabelos!
Air and Space Museum

National Gallery
Natural History Museum

Na volta, essas três horas e vinte minutos se mostraram mais longas. Ainda mais quando o trem parou no meio do nada - não tenho ideia de onde estávamos - e as luzes foram apagadas. Só um tempo depois o motorista avisou pelo alto-falante que havia um problema e que o engenheiro já estava verificando. Resultado: atrasamos uns 15 minutos. Só queríamos chegar no hotel desesperadamente. Quando saímos da estação já aqui em NY, chuvinha fina!

Valeu a pena! O pouco que conseguimos ver da cidade é bem interessante. A parte dos museus é uma área mais quadradona, mais certinha. Conforme fomos chegando perto da Casa Branca é que vimos um pouco como é a cidade mesmo, com pessoas caminhando nas ruas, trânsito, praças e etc. Muito agradável!

terça-feira, 5 de abril de 2011

Ligeirinhas da terça chuvosa

* No meio do dia os termômetros de Midtown marcavam 10 graus Celsius. E o vento era algo absurdo!

* Foi só eu reclamar aqui no blog que tiraram os andaimes da frente da Victoria Secret. Bem melhor!

* Os cilindros de nitrogênio continuam por aí...
Não disse? Olha a tampa!


* O Portland, hotel meia-bomba em que ficamos no ano passado, está reformado - pelo menos a entrada está. E o cartaz na porta diz que vai mudar de nome e passará a se chamar Sanctuary. Medo!

* Hoje foi dia de comer comida!! Já estávamos com saudades. Descobrimos a Deli Evergreen, na 47, e comemos massa! Prato bem servido e atendimento simpático. Estávamos precisando de uma comidinha quentinha.
Spaguetti with meat balls

Eu sou uma mocinha mais comportada: frango com legumes!

Chuvinha e frio para deixar o dia mais preguiçoso

Quando saímos de manhã o céu parecia claro, mas foi só colocarmos os pés na rua que começaram os primeiros pingos de chuva. Tava louca pra inaugurar minha câmera... que nada. Pegamos um ônibus para ir até downtown fazer fotos por lá, mas a chuva apertou. Paramos num Au Bon Pain para tomar café e decidimos que o melhor era ficar num local coberto na esperança que a chuva passasse. Pra onde fomos? Pra Century 21. Dessa vez não achei nada pra mim. Nadinha. Achei as roupas femininas todas muito feias. Um horror! Só a parte de casacos estava valendo a pena (né, Olívia?). Mas como eu moro no Rio e lá nunca faz esse frio todo - e para Porto Alegre já estou bem abastecida, não comprei nada. Nem as bolsas estavam legais. Panderkats ainda encontrou umas camisas! Bom pra ele! Quando saímos, parecia que a chuva tinha dado uma trégua, mas o frio tava só começando. Nos enfiamos num ônibus de novo e fomos comer massa numa deli muito legalzinha na 47, em frente ao hotel que ficamos da última vez - que aliás está todo reformado. Comida farta e preço bom. Atendimento simpático.

Fomos então caminhando na expectativa de ir até o High Line Park, mas a chuvinha e o vento frio não nos deixavam em paz. Como o lugar é ao ar livre, resolvemos deixar pra tentar na quinta ou na sexta. Acabamos fazendo o circuito lojinhas legais: H&M, Old Navy, Footlocker... Nem preciso falar nada, né? Ainda bem que eu só gosto das roupas mais baratas! Hahahahaa. Ah e tomamos um chocolate quente pra dar uma animada no Starbucks.

Voltamos mais cedo para o hotel hoje pensando em nos poupar um pouco mais para a jornada de amanhã em Washington DC, onde faremos um circuitão a pé, chegamos aqui por volta das 20h30. Antes passamos num Prêt a Manger e compramos sanduiches e pain au chocolat para a hora da fome.Vamos dormir cedo! Amanhã o dia será longo!

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Ligeirinhas de novo...

* Alguém pode me explicar o que são e pra que servem aqueles cilindros de nitrogênio que estão em algumas esquinas da cidade? A tampa de alguns deles está até congelada.



* Ainda tem patinação no gelo naquele pátio embaixo do Rockefeller Center! Pensei que já tivesse acabado. NY ficou com mais cara de inverno do que ainda está! Destaque para uma tiazinha que deu um show de patinação esta noite! Como diz o Panderkats, auto-estima alta é tudo!

video


* Por incrível que pareça, não tínhamos batido o ponto ainda no Starbucks. Corrigimos esse erro hoje de manhã. Tomamos nosso café lá, com direito a chocolate quente, croissant e bolo de limão - adoro!

* Depois de quase uma hora brincando com o seu Nintendo DSi no caminho para o outlet, Panderkats achou que o caminho tinha sido mais curto dessa vez. "Não chegou a uma hora a viagem, né? Passou tão rápido!" O brinquedinho cumpriu sua função. Quero ver se vai ajudar assim no trem para Washington e no avião para o Rio. Tomara que até lá ele não enjoe dos joguinhos, né?

* Não consegui achar uma bolsa bonita ainda. Century 21, me aguarde!

* Nos planos para esta terça, conhecer o High Line Park, com a câmera nova!

* O problema agora é que eu vou querer voltar em alguns lugares para novas fotos com meu brinquedo novo. Como faz?

*Hoje foi dia de poucas fotos... mas aqui vão duas delas:

Contraste: o prédio da Biblioteca Pública com arranha-céus ao fundo

Rockfeller Center

Novidades no pedaço!

Todo mundo sabe que eu sou aquela pessoa que vai nas Lojas Americanas e passa em todas as prateleiras da parte de guloseimas para ver se tem alguma novidade. Não satisfeita em saber se tem produto novo, eu levo pra casa pra provar. Aqui é quase impossível. Infelizmente não moro aqui e por isso não sei tudo que existe de guloseima ainda. Já provei muita coisa - Paty e Vini devem lembrar da variedade e quantidade de guloseimas que levamos pra casa na nossa primeira viagem para cá. Enfim... tenho os meus favoritos. Por exemplo, da linha M&M's gosto do de manteiga de amendoim e do de amêndoa. Não entendo porque não vende no Brasil. No campo das balas, gosto da Altoids. Normalmente, curto a de canela. Mas essa semana vi essa aí da foto, de mel. Aprovado. Mas a de canela tem mais presença. E na categoria chiclete, provo todos os Trident que vir pela frente. Da última vez, provei o de amora. Muito bom. Ainda não vi dessa vez. Em compensação eles lançaram uma linha Trident Layers, com dois sabores. Esse da foto é morango com kiwi, que ainda não provei, mas a julgar pelo Snaple (uma bebidinha de frutas) com a mesma mistura, promete ser bom. Hoje encontrei duas outras combinações: melão com menta e maçã com abacaxi. Provei o primeiro. Depois de um tempo o gosto do melão some e fica melhor. Mas é bom. Depois avalio os outros!

Dia de compras!

Panderkats jogando Mario Kart no ônibus que nos levou para o outlet, que fica a uma hora de Manhattan. Esse é um dos brinquedos novos!
Hoje passamos a tarde toda no Woodbury. Nossos pés estão acabadinhos, mas nosso armário mais feliz. Conseguimos comprar muitas roupinhas interessantes por preços muito bons. Panderkats comprou polos e casaquinhos Tommy Hilfiger, T-shirt de manga comprida - pq aqui tá muito frio - da Puma (10 U$S, sem taxa), calças por 19 U$S (onde se consegue um preço desse para calças de homem no Rio?), e tênis da Adidas e da Reebok. Eu que sou mais chatinha para comprar roupa voltei com um casaquinho fofo e um chemisier xadrez da Esprit (15 e 9 dólares, respectivamente), um tênis da Adidas, uma camisa social da Tommy Hilfiger, e para minha grande surpresa, uma calça jeans da Calvin Klein (39,99 U$S). Nunca imaginei que veria essa cena. Em primeiro lugar, porque não dou bola para grifes. Para mim o mais importante é a peça cair bem e ter um bom preço. Em segundo, porque raramente entro nessas lojas de grife uma vez que são sempre bem mais caras, mesmo no outlet, com 80% de desconto. E em terceiro, porque essas lojas nunca têm roupa para o meu tamanho, e olha que eu nem sou enorme. Eles fazem produtos pra gente muito magra (aliás, odeio gente magra! heheheh). É bem verdade que a calça que comprei era a única número 12 - que descobri hoje ser meu número aqui. Mas tudo bem, ela caiu tão bem que eu quase chorei. Tenho a maior dificuldade para comprar calça jeans e é o que eu mais uso na vida. Saí feliz de lá. Já teria valido só por essa compra. Ah! A gente aproveitou pra renovar o estoque de meias. Já podemos jogar aquelas horrorosas fora, Panderkats! hahaha!

domingo, 3 de abril de 2011

Bem ligeirinho porque eu to cansadona!

* Chegamos há pouco e dessa vez acertamos a chave no elevador. Nenhum mico. Pelo menos nosso. Em compensação uma moça subiu com a gente e o elevador não parou no andar dela, passou direto, aparentemente porque ela não inseriu o seu cartão a tempo. Enfim... acontece nas melhores famílias, não é mesmo?

* Gastamos todas as moedas que o Tim trouxe da vez que ele ficou aqui estudando - bem, quase todas, porque deixamos uma latinha cheia em casa - andando de ônibus hoje. Fomos lá para downtown para ver se eu achava minha câmera mais barata. Não tinha. Dali, passamos pelo Ground Zero e é impressionante como os prédios cresceram em quase um ano. Em compensação, as armações de ferro em frente da loja da Victoria Secret (lembra, Paty?) na 35 (eu acho), continuam lá!!!


* Passamos em frente ao Flatiron Building (ADORO) e fizemos uma pequena pausa para fotos no Madison Square Park, onde as árvores estão peladas do inverno (aliás ontem de noite fazia 6 graus). As estátuas de homens que ficavam nos topos de alguns prédios daquela área sumiram. Se suicidaram? Será?

* Compramos meu brinquedo novo. To louca pra ir ali abrir e botar logo a bateria para carregar! Quem sabe já posso brincar com ela amanhã.

* Temos outros brinquedos novos, mas contamos depois. Panderkats não ia sossegar se não resolvesse isso tudo hoje. Melhor, porque agora não tem mais desculpa pra gente não ir logo na exposição do Kandinski no Guggenheim, num musical da Broadway e etc.



* A vitrine da Macy's está toda florida em homenagem à primavera!

* Nunca tinha percebido, mas como tem vidente nessa cidade!! Vimos uns três letreiros diferentes enquanto caminhávamos. Abaixo, uma delas. Quando eu resolvi passar a tirar fotos... já tinha perdido duas.


* Almoçamos um sanduiche novo do Au Bon Pain com salaminho, mortadela e uma outra coisa parecida que não consegui identificar, queijo, tomates e alface com um molho forte. Bem bom! Para o jantar, um sanduiche de frango à parmeggiana da Deli pertinho do hotel. Nota: Não tomamos café da manhã e não lanchamos. Então, agora, temos direito a M&M's, certo?
* Tá bom, né? Amanhã tem mais!

I wanna be a part of it... again!

Cá estamos nós na Big Apple de novo! Chegamos no início da noite de sábado, depois de muitas horas de peregrinação. Nosso voo saía às 6h de sábado, mas como tínhamos que estar no aeroporto às 3h e não íamos conseguir dormir mesmo (e somos ansiosos pra caramba) partimos de casa à 1h. Nosso voo ainda fez uma paradinha em São Paulo, de onde saímos às 9h praticamente. O voo foi super tranquilo. Os pedidos de atar cintos foram feitos duas vezes por conta de turbulências, mas elas foram tão leves que nem tchum. Não consegui dormir direito, mas depois de um dia inteiro trabalhando (minha sexta foi infernal com muitos imprevistos, mas deu tudo certo) dei umas cochiladas boas. Vi dois filmes: o discurso do rei (muito bom, embora eu tenha perdido algumas partes porque meu ouvido tem mais dificuldade com o inglês britânico) e aquele água com açúcar que eu não lembro o nome em que um casal morre em acidente e deixa a filha bebê para um casal de amigos que não se gostam (bem fofo). Tomamos café da manhã e almoçamos no avião. Tudo bem direitinho.

Para completar pegamos uma hora e meia de fila na imigração. Chegamos no St Giles Hotel - The Court por volta das 20h (hora local). Fizemos check in e subimos para deixar a mala, pegar um casaco mais poderoso e sair de novo. Gente, o quarto é enorme e lindo. Tem fotos de Nova York penduradas nas paredes, do jeito que eu quero fazer em casa (mas não só com fotos de NY). Amamos.



Na rua fomos caminhar um pouco e aproveitar que sábado as lojas fecham mais tarde para já ir dando uma olhada. Passamos na Best Buy, claro, e vi minha câmera! Linda! Mas não comprei ainda. Agora estamos indo em outra loja para ver se o preço lá está melhor. Passamos pela Biblioteca, vimos a Grand Central Station de relance, estivemos na Times Square... comemos pizza porque era o mais rápido e estávamos famintos, compramos água e m&m's na Duane e voltamos pro hotel. E, claro, já pagamos nosso primeiro mico. O elevador do hotel funciona com o cartão (a chave do quarto). Mas quem disse que lembramos disso. Entramos no elevador, apertamos o andar, ele fechou a porta e, não subia. Tentamos de novo e nada! Saímos do elevador. Um outro casal entrou e conseguiu subir. ??? Esperamos o elevador do lado. Um casal entrou com a gente e colocou o cartão no lugar. Ahhhhhhh! Aí sim entendemos. Agora não esquecemos mais. Hahahahaha!

Banho, papo com os cunhas na internet, depois cama! Nossa. Dormimos bem. O plano para hoje era acordar mais tarde do que costumamos fazer em viagens pra poder recuperar da maratona de ontem. To aqui escrevendo enquanto o Tim termina de se arrumar e já vamos partir. Logo mais conto como foi nosso domingo!